Na delegacia

Atividade de produção de texto - Elaboração de um desfecho para o conto "Na delegacia", de Carlos Drummond de Andrade.

Leia mais:

Este resumo vale um Bis - 6ºA

Concurso "Este resumo vale um Bis"

Início: 12/4/2014 a 21/04/2014.

A turma que tiver o resumo mais acessado durante esse período receberá duas caixas do chocolate Bis.

Leia mais:

Concurso Cultural de Cartas

 Confiram o resultado do Concurso Cultural de Cartas - 2013 

Leia mais:

Introdução ao estudo das Classes de Palavras

         Você já parou para pensar na importância dos alimentos em nossa vida? Poderíamos sobreviver sem comida ou ela é fundamental para nós? 

            Certamente algum dos verdadeiros pontos altos da nossa existência tem a ver com a alimentação, afinal, já nascemos agarrados aos seios de nossa mãe em busca do leite materno para matar nossa fome e para sobrevivermos. A partir desse instante, refeição após refeição, comemos porque sentimos fome; comemos para crescer, pois os alimentos fornecem ao corpo os materiais necessários para o crescimento e desenvolvimento dos nossos ossos, músculos, pele, cabelos, etc. Comemos para ter saúde e disposição, uma vez que os alimentos providenciam a energia de que o nosso corpo precisa para funcionar e ficar livre de doenças.

            Talvez você esteja pensando que comemos por todas essas razões, mas principalmente porque comer é MUITO GOSTOSO! Basta pensarmos nos alimentos de que gostamos, na nossa comida favorita, para ficarmos com a boca cheia d’água. Às vezes, o nosso prato predileto é bem simples, mas quando feito com carinho e amor por nossa mãe, avós, tias e secretárias do lar, torna-se o maior e melhor banquete do mundo. 

             Todos os alimentos são compostos de nutrientes, porém um só alimento não possui a quantidade suficiente de nutrientes de que nosso corpo precisa, por isso, necessitamos de ter uma alimentação equilibrada: nada de comer apenas batatinhas fritas ou se empanturrar de chocolate, esquecendo-se de outros alimentos, inclusive, das frutas, dos legumes e das verduras.

            Para nos ajudar a manter uma alimentação equilibrada, com todos os alimentos necessários ao bom desenvolvimento do nosso corpo, alguns profissionais, principalmente, os nutricionistas dividiram os alimentos em seis grupos:

Grupo 1:

Grupo dos pães cereais e massas: responsáveis por fornecer a energia para o nosso organismo e por isso devem ser consumidos em maior quantidade. São também conhecidos como alimentos energéticos. Nesse grupo estão os pães, macarrão, mandioca cozida, batata cozida, farinhas.

Grupo 2 e 3:

 Grupo dos vegetais e grupo das frutas: esses dois grupos apresentam funções semelhantes, pois fornecem todas as vitaminas, minerais e fibras de que precisamos para que o organismo funcione bem. Esses alimentos são chamados de reguladores, pois ajudam a controlar as reações que ocorrem no nosso corpo Nesse grupo estão os legumes e vegetais de folha como: cenoura, tomate, alface, vagem, brócolis, couve, couve-flor.

Grupo 4

Grupo das carnes, feijões, ovos e nozes: esses alimentos são chamados de construtores, pois são ricos em uma substância denominada proteína, responsável pela “construção dos músculos”. 

 Grupo 5

Grupo do leite e derivados: são importantes fontes de cálcio, um mineral responsável pela formação de ossos e dentes. Além disso, também são alimentos construtores, ou seja, também ajudam na construção dos músculos.

Grupo 6

Grupo dos açúcares e gorduras: encontram-se na parte superior da pirâmide, que é a mais estreita, pois é o grupo de alimentos que deve ser consumido em menor quantidade. Nesse grupo estão os doces, chocolate, chicletes, salgadinhos, açúcar, manteiga, óleo.

            Essa divisão foi feita com base na forma, na propriedade e na função que os alimentos apresentam sozinhos ou misturados a outros para formarem uma refeição equilibrada, gostosa e saudável.

            Antes de continuar nosso papo, quero esclarecer uma coisa: talvez você esteja se perguntando o porquê deste texto. Ele não seria mais adequado para a aula da professora Juliana ou da professora Lissandra? Com certeza seria muito propício para as aulas de Ciências, no entanto, estou querendo aproveitar um tema de que todo mundo gosta (alimentação, comida) para chamar a sua atenção para outro assunto de que todos deveriam gostar: usar as palavras (tanto na modalidade oral quanto escrita) nos mais variados tipos de textos a que estamos expostos.

            Na verdade, quero fazer uma analogia, ou seja, uma comparação entre os alimentos que usamos para preparar nossas refeições e as palavras que utilizamos para montar nossos textos.

            Como existem os nutricionistas que analisam as propriedades e funções dos alimentos, há cientistas chamados de linguistas que estudam as palavras de um idioma. Os nossos profissionais da língua também dividiram os vocábulos em 10 grandes grupos (que chamamos de classe de palavras ou classe gramatical) para facilitar o uso deles na montagem de um texto:

 SUBSTANTIVOS: palavrinhas que dão nome a todas as coisas existentes no mundo e a tudo que sentimos.

ADJETIVOS: palavrinhas usadas para caracterizar um substantivo ou diferenciá-lo um do outro.

ARTIGOS: grupo de palavrinhas bem pequeno (o, os, a, as, um, uns, uma, umas) usado para determinar ou indeterminar o substantivo, entre outras funções.

PRONOMES: palavrinhas usadas para acompanhar ou substituir o substantivo ou o próprio pronome.

NUMERAIS: palavrinhas usadas para indicar quantidade numérica.

VERBOS: palavrinhas usadas para indicarem, principalmente, ações.

ADVÉRBIOS: palavrinhas usadas para modificarem o verbo, o adjetivo ou o próprio advérbio.

PREPOSIÇÕES: palavrinhas de pequena extensão que servem para ligar um elemento ao outro, em uma frase.

CONJUNÇÕES: palavrinhas usadas para ligarem uma oração a outra.

INTERJEIÇÕES: palavrinhas que, por si sós, formam frases que exprimem uma emoção, uma sensação, uma ordem, um apelo ou descrevem um ruído.

Leia mais:

Resumo - Vídeo Variedade Linguística

Resumo do Vídeo Variação Linguística: https://www.youtube.com/watch?v=_Y1-ibJcXW0 feito pelos alunos.

 

Leia mais:

Você está aqui: Home Diário de Classe